Sunday, November 29, 2009

Transporte GIL EANNES (I) na Gronelândia

Transporte NRP GIL EANNES fotografado na Gronelândia pelo Cte. António José Martins durante uma das inúmeras missões de apoio logístico à frota bacalhoeira nacional em que o navio e a sua guarnição prestaram inestimáveis serviços a bem da causa pública, vocação da nossa MARINHA DE GUERRA honrando o lema do Infante - "Tallent de Bien Faire". Sempre...
O primeiro GIL EANNES é um navio histórico do século XX um tanto esquecido. Fez parte do conjunto de navios alemães apreendidos em 1916, serviu a frota dos TME como navio de comércio e nessa qualidade fez a carreira da Madeira e Açores como paquete, foi depois transferido para a Marinha de Guerra e mais tarde para o Grémio dos Armadores da Pesca do Bacalhau, sendo substituído em 1955 pelo navio-hospital GIL EANNES (II).
Recomenda-se a leitura do livro do Cte. Carlos Amorim Loureiro sobre a história deste navio, obra de grande qualidade que merecia uma reedição.
Fotografia enviada pelo nosso Amigo Sr. Nuno Bartolomeu, a quem uma vez mais agradecemos o interesse pelo Blogue dos Navios e do Mar e as visitas regulares.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Cruise ship CORAL underway in Portugueses waters

Louis Cruises' CORAL photographed underway on the Eastern Atlantic Portuguese coast off Cape Espichel on her way South back to the Mediterranean following a late season call to Lisbon on 28 November 2009.
A very atmospheric photograph depicting the evening wintery light. 2009 has been a very good year for cruise shipping calls in Portuguese waters...
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Saturday, November 28, 2009

Navio-tanque VASSILIOS

Imagem do navio-tanque grego VASSILIOS a navegar a sul de Tessalónica em Agosto de 2002.
Dizem que tenho mau feitio, enfim coisas com que habitualmente não concordo, mas há uma situação que me deixa doido: cruzar-me com um ex-navio português.
Foi assim a primeira vez que estive em Miami atracado ao lado do ex-Amélia de Mello, foi assim um belo fim de dia em que estava a jantar a bordo do ARION.
Este simpático navio da Classic International Cruises tem o restaurante à popa com janelas panorâmicas e a tripulação excedeu-se em tratamento VIP ao LMC. Entre duas colheres de sopa olhei para a janela e de repente reconheci um velho amigo - disse uma interjeição à Capitão Haddock, dei um pulo até ao camarote e em segundos estava no tombadilho a fotografar este pequeno petroleiro VASSILIOS que não era outro senão o ANGOL vendido anos antes pela Sacor Marítima.
Ainda fico irritado com a situação, e isso até seria estúpido pois uma das actividades do "shipping" - indústria de transportes marítimos é exactamente a compra e venda de navios. Depois de muitos anos em tratamento com o psicólogo descobri que a minha irritação vem do facto de os nossos armadores terem mais tendência para vender do que para comprar. Ainda hoje tomo 25 comprimidos por dia para controlar essa indignação contra a desmaritimização nacional, um verdadeiro crime sem castigo.
Claro que nos meus momentos de lucidez reconheço que o ANGOL serviu o armador português durante 20 anos e se houve um grego que depois o aproveitou tanto melhor. Isto de gerir maluquices de entusiastas de navios é muitas vezes complicado...
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

PORTO DA BEIRA

Reprodução de um postal do porto da Beira, em Moçambique, vendo-se ao centro duas unidades da companhia Colonial de Navegação de braço dado. O paquete é o PÁTRIA ou o IMPÉRIO, tendo ao costado o navio motor SENA, que era habitualmente o navio do açúcar, mercadoria que deverá estar a ser baldeada para a Metrópole. Embandeirado pode ver-se ainda um navio francês das Messageries Maritimes e ao fundo um cargueiro inglês da Ellerman. Imagem cedida por Nuno Bartolomeu a quem agradeço.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Friday, November 27, 2009

LISBON PASSENGER SHIPPING NOVEMBER 1969



Forty years ago, the Port of Lisbon witnessed the final seasons of deep sea passenger liner shipping.
In November 1969 there were 54 calls made by 36 ships, only 3 of them cruising.
The largest number of ships were Portuguese (ALFREDO DA SILVA, AMÉLIA DE MELLO, ANGOLA, ANGRA DO HEROÍSMO, CARVALHO ARAÚJO, FUNCHAL, INFANTE DOM HENRIQUE, MOÇAMBIQUE, NIASSA, PÁTRIA, PRÍNCIPE PERFEITO, RITA MARIA, SANTA MARIA and TIMOR), followed by 10 italian liners (ACHILLE LAURO, ANDREA C, AUGUSTUS, CRISTOFORO COLOMBO, ENRICO C, EUGENIO C, FAIRSTAR - this under Liberian registry - FEDERICO C, GIULIO CESARE and GUGLIELMO MARCONI) and 6 British passenger ships (ARCADIA, ARGENTINA STAR, BRASIL STAR, ORIANA, ORONSAY and URUGUAY STAR).
Two Spanish liners, CABO SAN VICENTE and COVADONGA visited Lisbon as well as the French PASTEUR and the Norwegian BERGENSFJORD. However, the more interesting ships for a 13-year old ship enthusiast already deeply interested in the Lisbon passenger shipping scene were the American liners PRESIDENT ROOSEVELT and UNITED STATES, both doing long off-season luxury cruises.
Click on the list to read all the shipping movements.
Photo: the UNITED STATES underway at sea.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Paquetes em Lisboa Novembro 1969

Há 40 anos o Porto de Lisboa vivia os últimos tempos de grande movimento de paquetes de linha regular.
Em Novembro de 1969 registaram-se 54 escalas efectuadas por 36 navios, dos quais apenas 3 em serviço de cruzeiros turísticos.
O maior número de navios tinha bandeira portuguesa (ALFREDO DA SILVA, AMÉLIA DE MELLO, ANGOLA, ANGRA DO HEROÍSMO, CARVALHO ARAÚJO, FUNCHAL, INFANTE DOM HENRIQUE, MOÇAMBIQUE, NIASSA, PÁTRIA, PRÍNCIPE PERFEITO, RITA MARIA, SANTA MARIA e TIMOR), seguindo-se 10 paquetes italianos (ACHILLE LAURO, ANDREA C, AUGUSTUS, CRISTOFORO COLOMBO, ENRICO C, EUGENIO C, FAIRSTAR - este com registo liberiano - FEDERICO C, GIULIO CESARE and GUGLIELMO MARCONI) e 6 navios de passageiros ingleses (ARCADIA, ARGENTINA STAR, BRASIL STAR, ORIANA, ORONSAY and URUGUAY STAR).
Dois paquetes espanhóis, CABO SAN VICENTE e COVADONGA visitaram Lisboa assim como os paquetes PASTEUR e BERGENSFJORD, de bandeira francesa e norueguesa, respectivamente. No entanto, os navios mais interessantes do ponto de vista de um jovem entusiasta de navios então com 13 anos eram os paquetes norte americanos PRESIDENT ROOSEVELT e UNITED STATES, ambos em longas viagens de cruzeiros de luxo. Foi efectivamente a primeira e única escala entre nós do PRESIDENT ROOSEVELT, que logo a seguir foi vendido à Chandris Lines, mas o UNITED STATES cancelou a escala por no início desse mês de Novembro ter sido decidida a sua retirada inesperada de serviço.
Legendas das fotografias: INFANTE DOM HENRIQUE, o maior paquete português, atracado ao cais da Rocha em dia de saida para viagem e imagem oficial da Linea "C" tirada em 1966 com os paquetes EUGENIO C e FEDERICO C ao largo de Génova. Ambos visitaram Lisboa em Novembro de 1969 nas suas viagens regulares do Mediterrâneo para a América do Sul e Central, respectivamente. O FEDERICO C era o concorrente mais próximo do nosso SANTA MARIA.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Lisboa - Brasil em paquetes italianos



















Há 40 anos, em Novembro de 1969, dos 36 navios de passageiros que fizeram 54 escalas em Lisboa, 10 navios operavam na linha Europa - América do Sul (Brasil, Uruguay e Argentina), destacando-se aqui os dois gémeos italianos AUGUSTUS e GIULIO CESARE, da companhia Itália, de que aqui apresentamos o itinerário relativo a esse ano. Fazer "click" sobre as imagens para as ampliar.
Uma segunda empresa italiana era a Costa, então conhecida por Linea "C", que em Novembro de há 40 anos trouxe ao Tejo os paquetes EUGENIO C, ENRICO C e ANDREA C em viagens entre o Mediterrâneo e a América do Sul.
De referir ainda navios da Blue Star Line, Companhia Ybarra e Messageries Maritimes.
Forty years ago, Lisbon was an important gateway for the passenger liner services between Europe and Brazil / River Plate. The larger ships were the Italian Line sisters AUGUSTUS and GIULIO CESARE and Costa EUGENIO C, ENRICO C and ANDREA C all sailing between the Mediterranean and South America, while Blue Star Line, Messageries Maritimes and Ybara & Cia., operated from the North Europe and or North Spain.


Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

ANGOL e GALP SINES em Cabo Ruivo


A ponte-cais de Cabo Ruivo, que serviu os navios-tanques à carga e ou descarga para a refinaria de Cabo Ruivo de 1960 até próximo da realização da EXPO 98, era o terminal mais importante para petroleiros e navios de gás no porto de Lisboa.
Substituiu a ponte cais da Matinha, que curiosamente ainda existe e serve hoje de repouso a duas unidades da Portline em imobilização comercial (CHRISTINA I e MACAU).
Com a curvatura do rio, a luz era normalmente muito boa para se fotografar os navios no canal de acesso, frequentado quase diariamente pelos GALPS grandes, o SINES e o LEIXÕES, cujas imagens registei muitas vezes. Com os navios atracados, era também um prazer fotografar pormenores a partir da margem em talude adjacente ao terminal, que era pertença da SOPONATA. Tudo isto passou e parece cada vez mais distante, tendo ficado as imagens e as recordações dos navios e de um ambiente com mangueiras, cabos e uma sensação de fim de mundo que então caracterizava Cabo Ruivo face à cidade. Aqui fica uma das muitas imagens dos navios-tanques de Cabo Ruivo, o s navios ANGOL e GALP SINES, da Sacor Marítima.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

TRASMEDITERRANEA MAIL SHIPS AT TENERIFE

Nostalgic photograph of the passenger mail ships CIUDAD DE CADIZ and DOMINE, both classic Trasmediterranea mini-liners in the early 1950s berthed in Santa Cruz de Tenerife.
At the far end of the pier a Fred Olsen fruit carrier can be seen loading her cargo of local fruit and vegetables bound for the North of Europe.
See more photographs of TRASMEDITERRANEA ships and memorabilia as well as the company's history in this excellent site here...
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Thursday, November 26, 2009

BLEU DE FRANCE and OCEAN DREAM sold by Pullmantur



Pullmantur, the Spanish affiliate of the Royal Caribbean Group has sold their cruise ships BLEU DE FRANCE and OCEAN DREAM to undisclosed buyers. Delivery dates were not yet announced.
Meanwhile fleet mate ATLANTIC STAR is still laid up in Marseilles, her sale still being negotiated with South Korean interests.
On the other way, the Pullmantur fleet will get the MAJESTY OF THE SEAS from Royal Caribbean next year.
OCEAN DREAM was the former TROPICALE of Carnival Cruise Lines while BLEU DE FRANCE (aka BLOODY FRANCE by her crew members) was once the most luxurious cruise ship in the world as the EUROPA of 1981, as seen in the photograph showing the former Hapag-Lloyd flagship in Lisbon.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia & Hans Hoffman. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Ferry TUNES

Construído em São Jacinto para a CP, o TUNES foi o primeiro de dois navios de passageiros de 893 toneladas de arqueação bruta e capacidade para 1608 passageiros destinados à carreira Terreiro do Paço - Barreiro, tendo entrado ao serviço em 1978.
Fotografia datada de 12 de Março de 2002.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

PINHAL NOVO no Tejo


Navio de passageiros PINHAL NOVO fotografado no Tejo a 3 de Dezembro de 2002, já na fase da SOFLUSA. Retirado da carreira do Barreiro em 2004, o PINHAL NOVO foi vendido no ano seguinte e transformado no naviode cruzeiros fluviais ÓPERA.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Wednesday, November 25, 2009

A situação do navio S. GABRIEL

Fotografia de Mário Nelson Medeiros copiada do blogue "Estou na Sesta" que saudamos.

Nota do Editor do BNM - Notícia de João Paz publicada ontem (24-11-2009) no jornal CORRIO DOS AÇORES, que reproduzimos com a devida vénia:
Está a causar grande preocupação às autoridades marítimas de Ponta Delgada a permanência de cerca de 400 toneladas de fuel a bordo do navio ‘São Gabriel’ com a Meteorologia a prever um agravamento do estado do tempo para hoje. A falta de meios no local para a remoção do combustível é critica, em surdina, por fontes próximas das companhias de transportes marítimos. Este fuel é considerado altamente poluidor. Entretanto, foram retirados ontem de bordo do ‘São Gabriel’ os sete cavalos, puro sangue da raça ‘Lusitano’, numa operação elogiada pelos seus proprietários.
O facto de a ‘Administração dos Portos de São Miguel e Santa Maria’ não possuir meios para remover combustíveis de navios, em situações de acidente, leva a que a segunda fase de recuperação do navio ‘São Gabriel’, encalhado entre Santa Cruz da Lagoa e a vila de Água de Pau, leve mais tempo do que o esperado.
Fontes próximas das empresas de navegação, em Ponta Delgada, disseram ao ‘Correio dos Açores’ que a ‘Administração dos Portos’ deveria possuir estes meios, prevendo que possam ocorrer acidentes como o que agora aconteceu com o ‘São Gabriel’, navio porta-contentores da “Box Lines”.
Durante a tarde de ontem foram retirados do navio encalhado para a ‘Draga Açores’ os sete cavalos da raça ‘Lusitano’ que se encontravam a bordo. Dois deles pertencem ao Centro Equestre do Capelo, da empresa municipal Hortaludus.
Dois dos sete cavalos são pertença do Centro Equestre do Capelo, o ‘Talisman’, de nove anos, que ia participar na Taça de Portugal de Dressage, em Lisboa, e a ‘Valina’, de sete anos, uma égua que foi vendida para Inglaterra.
Os animais foram depois transportados para o Porto de Ponta Delgada, de onde seguiram para instalações da Associação Equestre de S. Miguel.
Caso existam condições, os cavalos ainda deverão chegar a Lisboa a tempo de participarem na final da Taça de Portugal de Dressage, que decorre de 4 a 6 de Dezembro.
Porque a bordo do ‘São Gabriel’ apenas um gerador auxiliar está operacional, foi içado para bordo, durante o dia de ontem, um gerador mais potente que esteve a sugar água do mar para porões do navio com o objectivo de o manter estável.
A bordo do ‘São Gabriel’ estão um total de 105 contentores, trinta e dois dos quais (doze de 20 pés e vinte de 40 pés) estão carregados com mercadorias, principalmente. Entre os contentores cheios estão sete frigoríficos essencialmente com produtos lácteos de unidades fabris da Terceira e Faial.
O navio devia carregar no porto de Ponta Delgada 70 contentores cheios e 40 vazios antes de rumar para Lisboa.

Remoção de combustíveis

A prioridade das prioridades das autoridades marítimas de Ponta Delgada é proceder à remoção dos combustíveis de bordo do navio. São praticamente 400 toneladas de fuel altamente poluente.
É incomodativo que o porto de Ponta Delgada não possua meios para proceder a esta remoção quanto mais cedo, melhor. A perspectiva de mau tempo e de mar com vaga forte durante o dia de hoje estava ontem a causar preocupação. Havia a expectativa de que, também desta vez, a previsão meteorológica falhasse na previsão do estado do tempo e, assim, a ondulação não fustigasse o ‘São Gabriel’.
Quando o tempo permitir, e já com os meios necessários em São Miguel, vai proceder-se à remoção do fuel para cisternas que serão colocadas a bordo da embarcação ‘Draga Açores’.
Porque o rebocador ‘São Miguel’ não tem potência para retirar o navio do local onde se encontra, o armador do navio, a ‘Box Lines’, estava ontem a envidar esforços para que um salvadego (rebocador de grande potência) comece a navegar para a costa Sul de São Miguel o mais rapidamente possível.
O reboque do ‘São Gabriel’ só se fará depois da remoção de combustíveis e de se retirar os contentores de bordo.
Durante o domingo uma equipa de profissionais da Zona Marítima dos Açores esteve a colocar as barreiras de protecção para impedir que se alastre qualquer mancha de combustível que possa ser libertada do ‘São Gabriel’. Uma operação seguida de perto por uma equipa de reportagem do ‘Correio dos Açores”.
Também durante o dia de domingo uma equipa de peritos esteve a bordo do ‘São Gabriel’ para analisar a situação em que o navio se encontra. Na oportunidade, desembarcaram sete dos 14 tripulantes do navio.
O navio porta-contentores “S. Gabriel”, de 100 metros e 5.500 toneladas, comunicou às autoridades marítimas que tinha encalhado cerca das 05h30 de sábado.
Autor: João Paz
Ler o artigo original e imagem correspondente aqui. O BLOGUE "ESTOU NA SESTA" apresenta também imagens e informação aqui...

Porta-contentores S. GABRIEL em São Miguel




Estas fotografias do porta-contentores alemão S. GABRIEL, navio que opera ao serviço da empresa BOX LINES, do Grupo Sonae, foram tiradas em Ponta Delgada a 30 de Setembro de 2006, mostrando o navio em operação de carga no porto e já no mar a navegar com rumo a Lisboa, como aconteceu regularmente em Sábados alternados nestes últimos anos.
Entretanto a BOX LINES já afretou outro porta-contentores em substituição do S. GABRIEL: o SUDERTOR, que chegou a Lisboa a 25 de Novembro e vai fazer a próxima viagem aos Açores da Box Lines.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Porta-contentores SÜDERTOR


Porta-contentores alemão SÜDERTOR fretado pela BOX LINES para fazer a próxima viagem aos Açores em substituição do S. GABRIEL.
Fotografia de Valerij Uhlich tirada no canal de Kiel a 31 de Maio último e publicada no SHIPSPOTING.
Construído em 2000, o SÜDERTOR opera no mercado de "tramping" / fretamentos internacionais e navegou com os nomes DELMAS SEYCHELLES (2003-2005), PAPUAN GULF (2002-2003) e IBN BAJJAH (2000-2001), atribuídos pelos afretadores, revertendo sempre para o nome original entre estes contratos.
Texto de / Text by L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Areeiro DRAGAÇOR

Ontem a draga de sucção DRAGAÇOR recebeu de bordo do S. GABRIEL os sete cavalos Lusitanos que se encontravam a bordo do navio encalhado desde 21 de Novembro a Leste do porto de Ponta Delgada.
Fotografia registada a 11 de Maio de 2008 em Ponta Delgada, onde esta draga opera na extracção de inertes.
A draga DRAGAÇOR é de origem britânica. Foi comprada em 2001 e chamava-se SAND MARTIN (1991-2001). Foi construída em Poole, Inglaterra em 1963 com o nome SAND LARK (1963-1991). Apresenta 535 toneladas de arqueação bruta e 53,07 m de comprimento de fora-a-fora.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Tuesday, November 24, 2009

Recordando a Dom Fernando em Alcântara

Dois aspectos da Fragata DOM FERNANDO SEGUNDO E GLÓRIA atracada na Doca de Alcântara a 28 de Setembro de 2005.
Uma imagem que dificilmente se poderá repetir, pois pouco depois o histórico navio da carreira da Índia seguiu para o Alfeite, encontrando-se agora em Cacilhas.





Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

GALP LEIXÕES em Lisboa

Pormenor da chaminé do navio-tanque GALP LEIXÕES atracado em Santa Apolónia, Lisboa a 2 de Outubro de 2005.

Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Monday, November 23, 2009

Porta-contentores S. GABRIEL encalhado em São Miguel



O navio porta-contentores alemão S. GABRIEL encalhou na madrugada de Sábado, 21 de Novembro na costa Sul da ilha de São Miguel, perto da Lagoa.
O S. GABRIEL regressava das ilhas do Grupo Central e deveria ter entrado em Ponta Delgada pelas 7h00 para descarregar e receber carga destinada a Lisboa e Leixões.
O tempo estava bom na altura do encalhe que poderá ter sido ocasionado por falha humana, não tendo sido indicado até ao momento a possível causa do desastre.
O S. GABRIEL encontra-se ao serviço do armador português Box Lines, do Grupo Sonae operando esta empresa com outros dois navios semelhantes, o S RAFAEL e o APOLO. A Box Lines foi constituída em Julho de 1999 assegurando carreiras regulares semanais para os Açores e a Madeira com navios afretados, não dispondo de frota própria.
Foram entretanto desembarcados 7 dos 14 tripulantes do navio. Encontram-se a bordo 5 cavalos de raça Lusitana que vinham a Lisboa participar num evento desportivo, e cuja sorte é neste momento duvidosa.
Ver as características do S. GABRIEL aqui. Fotografias do navio encalhado podem ser vistas aqui.
O S. GABRIEL foi construído na China e chamou-se SEA BREEZE até Junho de 2004 quando foi fretado à Box Lines substituindo outro navio do mesmo nome.
Fotos: em cima o S. GABRIEL ao largo de Ponta Delgada a 12 de Maio de 2008. Em baixo o navio ao largo da costa portuguesa a 4 de Junho de 2009.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

SOVEREIGN cancelou escalas em Lisboa e Funchal

A companhia espanhola PULLMANTUR (Grupo Royal Caribbean) cancelou as escalas inaugurais do seu navio-almirante, o paquete SOVEREIGN, previstas para Lisboa e Funchal, respectivamente nos próximos dias 25 e 27 de Novembro, não havendo certeza quanto à concretização das escalas anunciadas para os mesmos portos em Março de 2010.
O SOVEREIGN, que foi transferido para a operadora espanhola há um ano, encontra-se num estaleiro em Génova de onde seguirá directamente para Santos, Brasil, no dia 24 de Novembro, sem passageiros.
O navio vai fazer a segunda época em águas brasileiras.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

OLA ESMERALDA cruises halted by the Government of Venezuela




The Government of Venezuela has just blocked the start of the cruise ship OLA ESMERALDA operation due on 20 November from La Guaira.
The decision was backed on environment issues relative to the small islands of Los Roques and La Tortuga, considered too sensitive to withstand a regular cruise operation. All advertising concerning OLA ESMERALDA cruises was also prohibited in Venezuela and the Government has ordered an environmental impact study.
These are sad news to the countless ship enthusiasts’ world wide that have been following the fate of the beloved classic cruise ship BLACK PRINCE, sold recently by Fred Olsen Cruise Line and delivered in Southampton on 6 November.
The new owners are SAVECA, a local company whose Chairman, Mr Juan Aguilera, informed the newspaper El Nacional that his company is open to consider all solutions to solve the situation, including a reduced number of calls at the islands and to promote on board dedicated environment information in order to minimize possible damages.
Photo: the OLA ESMERALDA berthed in Lisbon as BLACK PRINCE on 20 September 2006.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Barra de Aveiro - Padrão monumental

Monumento em estilo de padrão do Estado Novo junto à barra de Aveiro.
Para além da informação histórica, o pormenor de civilização com o estado de preservação do monumento, ao contrário de tantos outros testemunhos do período da segunda República portuguesa, vandalizados aqui e ali...
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

BARRA DE AVEIRO



Duas perspectivas da barra do porto de Aveiro, para leste e ocidente, respectivamente. Fotografias registadas a 21 de Junho de 2007, durante uma das minhas surtidas a Ílhavo e à Barra.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Rebocador RESISTENTE

Rebocador português RESISTENTE saindo de Lisboa na tarde de 27 de Maio de 2002.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Thursday, November 19, 2009

SHIP PHOTOGRAPHS

I have been photographing ships since 1970 although my first good quality camera was obtained only in 1975. Since then I have been able to make about half a million photographs of ships, and ships have always been the first reason behind my drive into serious photography. This because first of all I have always been a shipping enthusiast. It all started with a colection of post cards of ships, later I also added brochures and all informative items including books. Photography allowed me a new dimension to my shipping interests and so I have been photographing all kinds of ships in many different corners of the world, always based in Lisbon.
Those photographs are some of my favourites. They were taken on 13 November 1977 and the lady pictured was the AUSTRALIS on her final call in Lisbon, while on her last northbound voyage for Chandris Lines.
An old ship image registered 32 years ago should be enough to make me feel old, but it looks to me as if I have just returned from the river and the trip on the tug ÁTOMO that I used on that 13 November 1977 to photograph the AUSTRALIS. Shots were taken in B&W film and Kodachrome 25 slides. Even this looks odd now, for over the last four years I have mainly used digital photography...
Further AUSTRALIS pictures on13 November 1977 here...
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

GORGULHO em Setúbal

Cimenteiro português GORGULHO da VINAVE fotografado a chegar ao Outão, Setúbal a 16 de Março de 2002.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Wednesday, November 18, 2009

Bacalhoeiro JOSÉ CAÇÃO 2002-05-14

O JOSÉ CAÇÃO foi o último bacalhoeiro da Figueira da Foz. Construído na Holanda em 1949-50 com o nome SOTO MAIOR, passou a chamar-se JOSÉ CAÇÃO em 1974. Com o declínio das pescas portuguesas após adesão à União Europeia, houve uma tentativa de transformar este navio em museu, mas sem o apoio da Câmara da Figueira presidida por Santana Lopes, o navio acabou por ser demolido em 2002-2003. Fotografia tirada a 14 de Maio de 2002 na Murraceira, Figueira da Foz.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

CAIS DE SANTOS há sete anos

Há sete anos o cais de Santos apresentava este aspecto: atracado ao terminal da Transinsular vê-se o porta-contentores MONTE DA GUIA. Junto ao travessão, cinco unidades da Transtejo, um Cacilhense, os ferries ALENTEJENSE e MONTE PRAGAL, e ainda os catamarans CESÁRIO VERDE e PEDRO NUNES.
Na ponta do travessão notam-se os rebocadores ÁTOMO e FOZ DO LIMA, dos Catraeiros. Na generalidade hoje este cais apresenta um aspecto muito diferente, em resultado das grandes mudanças registadas no porto... Fotografia registada a 29 de Maio de 2002.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia