Thursday, May 19, 2022

Paquete francês L'ATLANTIQUE (1931-1933)










































































Teve uma vida quase tão efémera quanto o TITANIC, visitou Lisboa pela primeira vez a 1 de Outubro de 1931 e só completou 10 viagens redondas de Bordéus a Buenos Aires, passando 20 vezes pelo Tejo. Chamava-se L'ATLANTIQUE e foi a resposta da França à presença do CAP ARCONA na carreira da América do Sul, introduzido pela Hamburg Sud. 
Ardeu em Janeiro de 1933, quando seguia só com parte da tripulação para o Havre, para docagem. Para o substituir, foi construído o PASTEUR de 1939, que em 1957 foi comprado pelo Norddeutscher Lloyd, passando a chamar-se BREMEN, até 1972, e REGINA MAGNA em seguida.




























Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Tuesday, May 17, 2022

A SECRETA VIAGEM - Poema de David Mourão Ferreira




A Secreta Viagem

No barco sem ninguém, anónimo e vazio,
ficámos nós os dois, parados, de mão dada...
Como podem só dois governar um navio?
Melhor é desistir e não fazermos nada!


Sem um gesto sequer, de súbito esculpidos,
tornamo-nos reais, e de madeira, à proa...
Que figuras de lenda! Olhos vagos, perdidos...
Por entre nossas mãos, o verde mar se escoa...


Aparentes senhores de um barco abandonado,
nós olhamos, sem ver, a longínqua miragem...
Aonde iremos ter? — Com frutos e pecado,
se justifica, enflora, a secreta viagem!


Agora sei que és tu quem me fora indicada.
O resto passa, passa... alheio aos meus sentidos.
— Desfeitos num rochedo ou salvos na enseada,
a eternidade é nossa, em madeira esculpidos!



David Mourão-Ferreira, in "A Secreta Viagem"

Imagem /Iimage copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Monday, April 18, 2022

Belo rio Tejo com belos navios


























O vasto e belo Porto de Lisboa de outros tempos, retorna à nossa memória, quando, por momentos, parece encher-se de navios, como esta fotografia sugere. 
É uma imagem do final da tarde de 18 de Abril de 2022, Domingo de Páscoa, com o navio de cruzeiros alemão EUROPA 2 a sair, vendo-se ao fundo o SEA CLOUD e, atracado na Rocha, os mastros do SEA CLOUD II. 
Todos navios alemães, sem que algum tenha a bandeira alemã, mas o que interessa é a propriedade e a operação, ambas genuinamente alemãs.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Tuesday, April 12, 2022

Os "Ás" da Mala Real


A Mala Real Inglesa (Royal Mail Steam Packet Company e Royal Mail Lines) foi uma das mais importantes companhias de navegação a ligar o Reino Unido, a Europa e as Américas, com os seus paquetes famosos - o RMS CLYDE foi o primeiro, em 1841 - tendo mantido uma presença regular no Tejo de 1851 a 1971.
Da frota de navios de passageiros, destacavam-se os navios da classe A, o primeiro dos quais foi o ARAGON (I) (1905-1917), registando-se no total 15 navios de quatro gerações. 
Os primeiros formaram um grupo de 9 unidades, entradas ao serviço de 1905 a 1914, tendo sido construídos mais dois em 1925 e 1926, os gémeos ASTURIAS (II) e ALCANTARA (II), ambos de 22000 toneladas de arqueação bruta, a que se seguiu o mais famoso de todos, o ANDES (II) de 1939. Em 1959 e 1969 foram construídos os últimos 3 "Ás", AMAZON, ARAGON e ARLANZA, que fizeram a carreira do Brasil, Uruguai e Argentina até 1969, enquanto o ANDES se manteve como navio de cruzeiros até Maio de 1971.
O anúncio refere-se aos últimos "Ás" e data de 1965. A ilustração é um postal editado pela Mala Real, com o ALCANTARA no Funchal, pintado por Kenneth Shoesmith, artista e antigo oficial nos navios da companhia, que produziu inúmeras ilustrações para o departamento de publicidade da Royal Mail, até ao seu falecimento em 1939, com 50 anos. 
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Monday, April 11, 2022

O AURORA da P&O regressou a Lisboa























O navio de passageiros inglês AURORA voltou a Lisboa, a 8 de Abril de 2022, após ter retomado a atividade de cruzeiros, interrompida em 2020 por motivos de saúde pública global. 
Sendo o mais antigo e mais pequeno dos navios que hoje integram a frota da P&O Cruises, foi também o último a ser reativado e é provável que dentro de mais um ou dois anos siga o destino do seu irmão mais antigo, o ORIANA de 1995, entretanto vendido a armadores chineses.
O AURORA navega desde o ano 2000, está a completar 22 anos. E em 22 anos mudou tanta coisa neste mundo dos navios e cruzeiros. No caso do AURORA, até mudaram as cores, a chaminé amarela tornou-se azul em 2013, na proa nasceram uns bigodes e parte do costado passou a publicitar o nome da operadora P&O Cruises, como acontece há muito nos ferries, porta-contentores, etc...  
Mesmo azul, com a proa obviamente britânica, é um dos navios mais bonitos que fazem escala em Lisboa depois da razia pandémica que se abateu sobre a frota de navios clássicos desde 2020.
Fotografias originais de Luís Miguel Correia, captadas à saída da barra do Tejo, a 8 de Abril
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Mais imagens da fragata NRP CORTE REAL

































Imagens da fragata NRP CORTE REAL (F332), registadas no Domingo 3 de Abril de 2022, no Tejo, na sequência do desfile naval associado às comemorações da viagem aérea de 1922 ao Brasil.
A mais recente das três unidades MEKO 200 - classe VASCO DA GAMA, todas já com os 30 anos feitos, a precisarem de modernização, mas bonitas. Difícil termos uma Marinha sem dinheiro.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Saturday, April 09, 2022

O navio de cruzeiros COSTA LUMINOSA no Tejo
























O navio de cruzeiros italiano COSTA LUMINOSA voltou ao Tejo a 5 e 6 de Abril de 2022, onde o fotografei mais uma vez, com o ambiente enevoado e cinzento à chegada, com o melhor sol de Lisboa, por ocasião da partida, a que correspondem as duas imagens publicadas. 
Este COSTA LUMINOSA esteve em Lisboa pela primeira vez, por ocasião do cruzeiro inaugural, a 10 de Junho de 2009, tendo então atracado à Estação Marítima de Alcântara, a qual, infelizmente, hoje já não recebe navios, nem passageiros, nem cruzeiros, penhorada por uma parede variável de contentores a esconderem e tornarem menos útil e visível um do mais belos edifícios da beira-tejo.
Sem ser uma beleza estonteante, o COSTA LUMINOSA é um navio atraente, pela simplicidade das formas despretensiosas e simples, pelo pedigree da Companhia Costa desde os tempos recuados da Linea C, com que a Costa começou a operar navios de passageiros, logo a seguir à Segunda Guerra mundial. 
Quando comecei a apreciar os navios de passageiros no Tejo, na década de 1960, a presença da frota de paquetes da Costa era frequente e variada, a começar pelo EUGENIO C de 1966, navio-almirante verdadeiramente espetacular, e que passava a vida por cá, nas suas viagens entre o Mediterrâneo e os Brasis, ou nos grandes cruzeiros de verão, habituais em Agosto. Havia ainda o FEDERICO C, que fazia a carreira da Venezuela, e outros navios menores, mas igualmente interessantes, como o ENRICO C, o ANNA C, o ANDREA C ou o FRANCA C. E volta e meia, também passavam por cá alguns cargueiros da Line C.
Outros tempos e navios. Mais vestígios do COSTA LUMINOSA aqui no BNM aqui.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Monday, April 04, 2022

Corveta ANTÓNIO ENES no Tejo
























Cem anos depois de Sacadura Cabral e Gago Coutinho terem descolado do Tejo rumo ao Brasil, festejou-se no mesmo local o sucesso do feito, com um desfile naval e aéreo, de que fiz uma reportagem fotográfica muito satisfatória, que incluiu esta imagem da corveta NRP ANTÓNIO ENES, o navio veterano dos seis que participaram na homenagem. 
A ANTÓNIO ENES serve Portugal e a Marinha desde 1971, há mais de 50 anos. É a ultima sobrevivente ativa dos seis navios da classe JOÃO COUTINHO. Continua um navio elegante e prestável, à falta de unidades mais modernas.

Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Wednesday, March 30, 2022

Momento de navegações no Tejo


















Gosto de ver o Tejo assim, cheio de navios e navegações. É mais uma manipulação de enquadramento que um renascimento do Porto de Lisboa, propriamente dito. Mas estavam lá os quatro, e eu, em boa posição: navio de cruzeiros SILVER DAWN, navio-tanque SAMUS SWAN, lancha de pilotos TORRE DE BELÉM e fragata NRP CORTE REAL. 
Tudo junto à Torre de Belém, na manhã de 30 de Março de 2022. Pena a luz triste e difícil. Nem sempre se pode ter tudo.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Sunday, March 13, 2022

Lisboa como Porto e Cidade com gente e navios de passageiros




























Lisboa como Porto e Cidade, com gente e navios de passageiros nossos. Navios portugueses com o nome Lisboa inscrito nobremente à popa. 

Foi assim durante muitas décadas, nomeadamente no período que terminou em 1985, quando, em Setembro desse ano a popa do FUNCHAL viu o porto de armamento "LISBOA" ser tapado por uma chapa sobreposta, que ainda lá está, e passar a exibir Panamá. Em 2001 passou a ser Madeira, Lisboa ainda lá está por baixo, um dos segredos do FUNCHAL de que, se calhar mais ninguém se recorda.
 
Vem aí, de entrada o Paquete português VASCO DA GAMA, recordar estes tempos mais antigos sobre os quais escrevo. Mas já não há navios de passageiros portugueses com o nome da cidade de Lisboa à popa. Porque o registo convencional português, pela configuração legal inventada em 2018 acabou com os portos de registo tradicionais e adotou de forma híbrida a palavra PORTUGAL  para "porto de registo".

A primeira fotografia deste artigo mostra o PÁTRIA, a sair de Lisboa, com os passageiros no Cais da Rocha a despedirem-se. 
É uma fotografia do início da carreira daquele paquete, que fez viagens regulares a África de Janeiro de 1948 a Maio de 1973. Imagem sem data e sem autor conhecido, como acontece com tantas na minha coleção.
Viajei no PÁTRIA em 1972 e tenho gravado cada momento dessa coreografia de partida, largámos às 17h00, a 8 de Agosto de 1972, com uma hora de atraso por ter demorado um carregamento de batatas, o navio saiu cheio, com perto de 600 almas para alimentar. E a alimentação a bordo era magnífica, como tudo o resto.



























A segunda fotografia mostra o INFANTE DOM HENRIQUE (1961-1988), que foi o maior navio de passageiros português até à aquisição recente do novo VASCO DA GAMA.
As fotografias com a popa do FUNCHAL mostram os portos de registo, em 1991 e 2014: Panamá e Madeira. 
O VASCO DA GAMA também é da Madeira, isto é, está registado no MAR - Registo Internacional de Navios da Madeira, o que se conjuga bem, sendo a nacionalidade portuguesa, a bandeira é a nacional.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Vem aí o VASCO DA GAMA

































Vem aí o navio de passageiros VASCO DA GAMA, a entrar agora na zona de influência de entre os cabos Espichel e da Roca, procedente das Canárias, via Funchal, a cerca de 9 nós, velocidade económica, que a viagem é de cruzeiro.
Trata-se do Paquete VASCO DA GAMA, da companhia portuguesa Mystic Ocean Cruises, uma das diversas empresas de navegação vocacionadas para o turismo de cruzeiros com a assinatura criativa do Armador Mário Ferreira, e por sinal, trata-se do maior navio de passageiros de sempre a integrar a propriedade de interesses portugueses. 
Para além de muitos passageiros e tripulantes, o VASCO DA GAMA traz a bordo 12 praticantes de Oficiais da Marinha Mercante, que terminaram os seus curos na Escola Náutica Infante D. Henrique recentemente, e tiveram o privilégio e a oportunidade de fazer o estágio no VASCO DA GAMA, que assim assume uma vertente extra , de "navio-escola".
O n/m VASCO DA GAMA termina em Lisboa um cruzeiro iniciado em Las Palmas e amanhã larga em nova viagem com turista, maioritariamente alemães, com destino às ilhas adjacentes, à Macaronésia portuguesa, qe é como quem diz, aos Açores e Madeira: será o primeiro de dois cruzeiros a Ponta Delgada (São Miguel), Praia da Vitória (Terceira), Praia (Graciosa), Velas (S. Jorge), Horta (Faial), Lages (Pico) e Funchal (Madeira). Conta, para além das escalas em todas estas ilhas de sonho, com quatro dias de navegação, sempre agradáveis para que se aproveite em plena a magia do ambiente a bordo de um belo navio de passageiros e sinta verdadeiramente a imensidão do Atlântico. Um cruzeiro de sonho a repetir de forma criativa o itinerário dos nossos antigos "Corsários das Ilhas" da velha Insulana, para tomar de empréstimo uma expressão felicíssima de Vitorino Nemésio.
O VASCO DA GAMA tem a entrada no Porto de Lisboa prevista para as 13h00 e vou estar a postos para registar a chegada, porque nunca será demais fotografar este belo navio.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Monday, February 21, 2022

Memórias de cacilheiros bonitos









Por aqui a olhar para fotografias já com uns anos. Dois dos meus Cacilheiros favoritos. Ambos ex-alemães, o TRAFARIA PRAIA e o MARVILA. Retirados das travessias entre margens do Tejo já há tempo demasiado, e fizeram muita falta, a frota operacional da TRANSTEJO está cada vez mais reduzida, qualquer dia vêm os elétricos espanhóis, mas não sei se tais criaturas terão alma cacilheira. Serão outros fados, modernos, diferentes.
Por falar em Cacilheiros e na beleza que muitos partilhavam com quem desviava o olhar para o Tejo, ou se aventurava na viagem, curta, até Cacilhas, ou mais longa, para a Trafaria, o Montijo, o Seixal, aqui ficam as capas e páginas dos meus livros DE LISBOA À OUTRA BANDA e LISBON FERRY TALES. Ambos disponíveis aqui.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Friday, January 28, 2022

Porto de Lisboa e os seus navios


O belo Porto de Lisboa com dois belos navios, como se deseja sempre ao Tejo: os navios de passageiros MSC SINFONIA e QUEEN ELIZABETH 2, juntos em Lisboa na manhã de 13 de Novembro de 2008, por ocasião da última escala do famoso paquete da Cunard, então na sua derradeira viagem, rumo ao Dubai, onde terminou uma carreira ativa de 39 anos, a maior parte desse tempo como navio-almirante da marinha mercante britânica.
Foram também 39 anos de visitas a Lisboa, onde esteve pela primeira vez a 28 de Abril de 1969, no cruzeiro pré-inaugural, atracado na Rocha. Durante a sua carreira o QE2 fez 127 escalas em Lisboa, tendo ainda visitado os portos portugueses do Funchal (80 escalas), Ponta Delgada (5 escalas) e Praia da Rocha (3 escalas). Um grande navio que deixou saudades, e ao qual dediquei o terceiro livro da série Liner Books (RMS QUEEN ELIZABETH 2 of 1969). Vale a pena visitar a atual página dedicada ao QE2. 
O MSC SINFONIA é um dos navios mais antigos da frota da MSC Cruises, e foi construído originalmente para a Festival Cruises, entretanto falida.
Uma das minhas fotografias preferidas, de muitas que ando a fazer, desde 1970. Sempre com entusiasmo.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Tuesday, January 11, 2022

Doca de Alcântara: embarcações, navios, enquadramentos fotográficos






Tarde de 11 de Janeiro de 2022, com passagem pela Doca de Alcântara, a apreciar a luz magnífica e os navios / embarcações, na sua maioria unidades de turismo fluvial
Apesar da beleza dos enquadramentos e das formas marítimas, sento vibrações terríveis neste local, quando por lá passo, vem uma vontade de dizer palavrões. Quem viu esta doca e a observa agora, tantas mudanças, quase todas negativas, enquadráveis no Portugal dos Pequeninos pintalgado de penúria marítima. Salva o sol e a envolvência de mais de 60 anos a passar aqui.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Rebocador POSEIDON: algumas imagens






O rebocador POSEIDON atracado junto à eclusa da Rocha do Conde de Óbidos, no Porto de Lisboa. Algumas fotografias e pormenores, numa seleção de fotografias feitas por Luís Miguel Correia a 11 de Janeiro de 2022. 
Repare-se no novo registo PT (legado da ministra Paula Vitorino), em que os navios deixam de apresentar o porto de registo tradicional, tendo à popa o nome da nacionalidade, imitando o registo aberto da Madeira, numa originalidade nacional de grande alcance marítimo e político, numa variante folclórica da nossa irremediável desmaritimização.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Monday, January 10, 2022

Rebocador POSEIDON no Tejo


Rebocador POSEIDON fotografado a navegar no Tejo a 10 de Janeiro de 2022. Construído na Figueira da Foz (estaleiro Foznave), entrou ao serviço do Gabinete da área de Sines em 1979, fazendo parte de um conjunto de quatro unidades gémeas. Mais sobre este rebocador aqui.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Sunday, December 05, 2021

Antiga SAGRES em Hamburgo

Foi durante cerca de 35 anos o Navio-escola SAGRES da Marinha Portuguesa, substituído em 1962 pelo atual veleiro do mesmo nome. Está preservado em Hamburgo com o nome original: RICKMER RICKMERS, constituindo uma das principais atrações marítimas do porto de Hamburgo e um testemunho das tradições marítimas portuguesas que souberam dar utilização ao navio muito para além do que seria de esperar de uma barca mercante de três mastros.
A 1 de Março de 1916, a barca alemã MAX foi requisitada pelo Governo português, quando se encontrava refugiada no porto da Horta, carregada com nitratos desde o começo da Primeira Guerra Mundial, em 1914. Passou a denominar-se FLORES e foi um dos 70 navios alemães que em 1916 passaram a ter bandeira portuguesa. Fez parte do conjunto de navios cedidos à Inglaterra e fretados à companhia Furness Whthy. Em 1920 passou a servir sob administração dos Transportes Marítimos do Estado e foi cedido à Armada em 1924 e adaptado a navio escola com o nome SAGRES, estatuto com que navegou até 1961. Com a compra da atual SAGRES ao Brasil, em 1962 a SAGRES antiga passou a ser classificada como navio-depósito com o nome SANTO ANDRÉ, com que seria abatida ao efetivo dos navios da Armada em 1975.
Em 1983 a antiga SAGRES foi cedida a interesses alemães e rebocada para Hamburgo, onde foi restaurada com as cores e nome originais, como navio-museu.
Aqui ficam algumas fotografias feitas em Hamburgo em Setembro de 2008. Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia