Thursday, February 26, 2015

Paquete VOYAGER no Tejo

Imagens do navio de passageiros britânico VOYAGER, da companhia VOYAGES OF DISCOVERY, uma das "marcas" do Grupo All Leisure Cruises, a que está ligado Lord Sterling, antigo CEO do Grupo P&O.   Fotografias registadas em Lisboa a 25 de Fevereiro de 2015 com o paquete atracado no Jardim do Tabaco e a sair para a Corunha.
O VOYAGER tem as mesmas dimensões do FUNCHAL, mas parece mais pequeno e enfim, é um navio simpático mas sem a elegância do nosso paquete. Foi o segundo de quatro navios de cruzeiros construídos em Espanha, pela Union Naval de Levante, em Valência, nas décadas de 1980 e 1990, e chamou-se de início CROWN MONARCH, encomendado pela companhia Commodore Cruise Line, do Panamá.
No início da década de 1980, quando se começou a desenhar a grande expansão depois verificada nos cruzeiros internacionais, os espanhóis procuraram apostar nos cruzeiros de duas formas, desenvolvendo o mercado interno de cruzeiros, e construindo navios tirando partido da experiência da Union Naval de Levante na construção dos navios de passageiros RoRo para as companhias Trasmediterranea e Aznar. 
O CROWN MONARCH foi o segundo desses navios novos "made in Spain", o primeiro foi o VISTAMAR, e foi lançado à água a 30 de Outubro de 1989 entregue um ano depois. Entrou ao serviço a 1 de Dezembro de 1990, baseado em Palm Beach, Florida. 
O actual nome de VOYAGER já é o sexto desde 1989: em 1994 passou a chamar-se NAUTICAN, quando foi posicionado em Singapura. Dois anos depois passou a ser o WALRUS,  navio-casino baseado em Hong Kong.
Em Junho de 2006 foi comprado pela companhia holandesa Club Cruises e modernizado em Génova, passando a chamar-se JULES VERNE (2007-08) e depois ALEXANDR VON HUMBOLDT, para operar fretado à Phoenix Reisen. Entretanto o armador Club Cruise expandiu-se demasiado depressa e faliu em 2009, consequência directa da crise económica que tem afectado as empresas mais frágeis por todo o lado e não poupou os cruzeiros. Esteve então arrestado em Bremerhaven e acabou por ser comprado enm leilão, muito barato, pela All Leisure Cruises de Londres, acabando por substituir o DISCOVERY que foi fretado à CMV.
Terminado o fretamento aos alemães, o navio passou a chamar-se VOYAGER em 2012. Curiosamente tivemos em Portugal um navio mercante famoso, ainda que esquecido, com a versão portuguesa deste nome: falo da barca VIAJANTE, construída em Damão, tal como a D. FERNANDO, e que foi afundada  pelos alemães durante guerra de 1914-18, quando seguia de Lisboa para o Funchal com carga. A barca VIAJANTE foi o primeiro navio português a atravassar o Canal do Suez porque o navio de guerra convidado a representar o nosso Estado avariou no Mediterrâneo e arribou a Malta, chegando ao Egipto já com a festa terminada.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

STELLAPRIMA


Navio de cargas pesadas holandês STELLAPRIMA (IMO 8912326), da companhia Jumbo Shipping, a navegar no porto de Lisboa, na tarde de 25 de Fevereiro de 2015, Tejo acima para atracar ao cais do Beato. O STELLAPRIMA foi construido em 1991, tem 100,32 metros de comprimento ff, 6.902 GT e 7.572 TDW e está equipado com duas gruas  com 250 e 400 toneladas de capacidade de elevação, permitindo, quando utilizadas em simultâneo, a movimentação de cargas até 650 toneladas. Está prevista a largada deste navio, para Aveiro, hoje ao final da tarde.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Observar a navegação em Lisboa

Não tem custos para o observador e é um espectaculo contínuo: apreciar a navegação no Tejo a partir de qualquer das margens do rio, tanto de Lisboa, onde a renovada área Cais do Sodré - Terreiro do Paço oferece condições agradáveis e bons enquadramentos para quem queira registar em fotografia o que vai vendo, quer a margem Sul a partir de Cacilhas ou do Forte de Almada, que proporcionam o magnífico anfiteatro da cidade e porto de Lisboa como cenário priveligiado, mas onde ajuda muito disporem de uma boa tele-objectica.
Ontem à tarde, enquanto aguardava a largada do paquete VOYAGER, por volta das 17H00, entretive-me a fotografar alguma navegação local e de longo curso de que partilho estas imagens, com os navios de carga STELLAPRIMA (Jumbo Shipping) e GARDENIA K (K LINE), o navio de cruzeiros VOYAGER, e alguns navios de passageiros de tráfego local, barcos do Barreiro e Cacilheiros, e ainda o rebocador SVITZER LISBOA.

A maré estava muito baixa, com o Cais das Colunas totalmente destapado e alguns turistas aventureiros a arriscarem umas sessões de "patinagem no lodo". Enfim Lisboa com o seu belo rio e a navegação incessante. Sessões diárias gratuitas para todo o tipo de público.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Monday, February 23, 2015

FUNCHAL at Porto Santo

The Portuguese cruise ship FUNCHAL photographed alongside the pier of Porto Santo island on 30 December 2014, while doing the New Year's cruise, from Lisbon.





Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

LOBO MARINHO at Porto Santo island

The Portuguese cruise ferry LOBO MARINHO arriving at Porto Santo island on 30 December 2014. Photographs taken by Luís Miguel Correia from the decks of the FUNCHAL.








Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Sunday, February 22, 2015

RSS JAMES CLARK ROSS

The British research ship RSS "JAMES CLARK ROSS" photographed by Luís Miguel Correia in Punta Arenas on 23 January 2015. Check the history and main data about this remarkable ship here


Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Friday, February 20, 2015

The GOLDEN PRINCESS at Puerto Chacabuco

Princess Cruises' motor-ship GOLDEN PRINCESS at anchor off Puerto Chacabuco, in Chile, 20 January 2015.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

Em cruzeiro no Pacífico

Navegação em cruzeiro pelo oceano Pacífico a bordo do paquete GOLDEN PRINCESS, em viagem de Valparaiso para Puerto Montt, Chile. Série de fotografias registadas por Luís Miguel Correia ao entardecer de 18 de Janeiro de 2015.
Que bem que sabe navegar, olhar o mundo na sua forma primitiva e aparentemente virgem, do alto de um grande navio que é uma cidade flutuante com tanto que fazer que poucos olham para o mar deixando os tombadilhos vazios entregues ao olhar do fotógrafo que gosta de navios, grandes, pequenos, esbeltos ou nem tanto, desde que naveguem com a mesma dignidade de outrora que no mar a alma será sempre de marinheiros.
O GOLDEN PRINCESS foi construído com base num projecto de arquitectura naval de 1995. Já não e novo, mas a actual geração de navios de passageiros teima em não mostrar a idade, digamos que com os anos os paquetes se vão tornando clássicos. E há muitos traços interessantes na arquitectura que deu forma ao GOLDEN PRINCESS e aos seus irmão gémeos GRAND e STAR PRINCESS.
O paquete é muito grande, mas a sua grandeza esfuma-se na dimensão imensa do Pacífico, que conheci por aqueles dias essencialmente pacífico, apesar de em menos de uma hora se encolerizar e atirar com ventos e vagas para que os turistas marítimos não esqueçam as duras realidades da vida.
Uma chaminé difícil de fotografar de forma convencional de bordo do paquete, com o emblema da companhia a quase esvoaçar as madeixas de cabelo da princesa. Madeixas azuis, que antes eram verdes e se mantêm fixas pois não há ordem para devaneios
Uma das perspectivas mais surreais das que se nos oferece o GOLDEN PRINCESS, com a discoteca mesmo à popa a desafiar a imaginação. No GRAND PRINCESS já foi removida.
Mar é sempre mar como navio por mais fantástico que se queira não deixa de ser navio. Só é preciso saber olhar e ver o essencial das linhas mais simples a justificar o utilitarismo de qualquer navio que se queira digno do alto mar. E o GOLDEN PRINCESS portou-se sempre bem.
O azul e o branco são a marca de cores do paquete. Já o mar tanto se mostra cinza como azul ou prata. Reflecte se calhar os humores de Neptuno, ou de Poseidon, ou da Senhora da Nazaré que até no distante Pacífico zelou por nós.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

The GOLDEN PRINCESS at Puerto Montt, Chile

The cruise ship GOLDEN PRINCESS at anchor off Puerto Montt, Chile, in January 2015 while cruising from Valparaiso to Buenos Aires. The second of three sister ships of the GRAND PRINCESS-class, that also includes the STAR PRINCESS, the ships have a very original design developed in about 1995, and when delivered in 1998, the GRAND PRINCESS was the largest passenger ship in the world with 108.000 GT.


 On the ports where the ship stays at anchor, the passengers and crew members are transported ashore usig the ship own tenders, and this is a complex operation when looking at 2600 passengers and 1000 plus crew members, even if part of the crew stays on board.

Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia