Saturday, February 27, 2010

TEJO ESCURO E MOLHADO


Estou farto deste Inverno de rigores meteorológicos a dar razão aos profetas da desgraça ambientalista.
Tanta chuva, a cor cinzenta permanente, os navios a perderem o brilho das fotografias a Preto e Branco de outrora.
Mesmo assim, ontem lá me aventurei pelo Tejo abaixo, capote a proteger a cabeça e a máquina... O AIDABLU estava triste com tanta chuva, que ninguém sabe onde pára o famoso sol de inverno lisboeta. No pilar norte da ponte, descobri um bando de corvos marinhos, que diga-se, são cada vez mais vistos no rio. Aqui e ali, um ou outro navio. Pelo meio, o tempo escuro, a chuva de Lisboa neste Fevereiro.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia
Post a Comment