Tuesday, June 19, 2012

Indústria Naval e Desmaritimização

Este fim de semana o aspecto do centenário estaleiro naval do Porto de Lisboa era este: vazio de gente e de navios.
As Docas 1, 2 3 e 4 vazias. No antigamente chamado "cais das carreiras"- o cais de aprestamento do tempo em que havia carreiras de construção onde se construíam cascos que eram lançados ao Tejo e acabados neste cais - notava-se a presença de uma draga belga PANTAGRUEL, e era tudo.
Num escrito brilhante o Grande Senhor da indústria naval em Portugal no século XX, José Manuel de Mello explicou a razão do insucesso da LISNAVE depois de tantos sucessos num sector vital para a remaritimização de Portugal: falta de competitividade face ao aparecimento de estaleiros de qualidade mais baratos e flexíveis que os nossos, em Malta, na Turquia, etc...
Como resolver este problema? Deixar morrer infraestruturas excelentes como o estaleiro da Margueira? E não há clister do Mar que nos valha, não...

Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia
Post a Comment