Wednesday, March 20, 2013

Tantos Navios, Tanto Mar...

Identificar o nome esquecido do navio que há 50 anos levou uma Família de Açorianos para o Canadá deu direito a um agradecimento especial e tudo. É o lado humano do mundo dos navios e o que me faz continuar a investigar estas histórias, para deixar um legado na cultura dos navios e do mar. Apesar de cada vez mais questionar o sentido deste meu trabalho de toda a vida. 

Mas vale a pena, depois quando menos se espera, saber que se contribuiu com conhecimento para melhorar a vida de amigos desconhecidos. Vale a pena quando alguém inesperadamente me diz: "sou oficial da Armada por sua causa, o meu Pai deu-me um dos seus livros quando tinha 12 anos e acabei por entrar para a Marinha"; 
Ou então a versão mercante: "sou oficial da Marinha Mercante por causa dos seus artigos na Revista de Marinha quando era criança, na altura recortava as fotografias todas dos navios. Mais tarde entrei para a Escola Náutica";
Ou ainda um jornalista que quando adolescente viu à venda uma REVISTA DE MARINHA com o velho MADEIRENSE na capa e comprou, e redobrou e entusiasmo pelos navios e começou a fotografar essas criaturas errantes e a escrever também, e um dia me bateu à porta em Lisboa para conhecer o "Luís Miguel Correia"...
Tem valido a pena, mas nem sabem quantas dificuldades e sacrifícios. 
E tanto ainda por fazer, tantos livros para escrever e acabar...
Tudo isto num contexto deprimente de Desmaritimização, essa atitude criminosa de afastamento dos negócios do Mar que gerou a actual cultura de Regresso ao Mar sem nexo prático algum. Até ver...
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia
Post a Comment