Thursday, June 06, 2013

Paquetes Portugueses


O Blogue dos Navios e do Mar tem vindo a acompanhar de forma interessada e independente o nascimento e desenvolvimento das novas empresas de navegação de cruzeiros ligadas à frota do falecido armador George Potamianos, navios hipotecados pelo banco Montepio Geral, e para os quais foi desenvolvida uma solução de continuidade com o empresário Dr. Rui Alegre, de que resultou já a constituição de quatro empresas no offshore da Madeira, uma outra em Lisboa e a recuperação técnica dos navios ARION, ATHENA, FUNCHAL e PRINCESS DANAE, actualmente a decorrer em Lisboa e Marselha.
O ex-ARION foi rebaptizado oficialmente com o nome PORTO numa cerimónia no dia 1 de Junho (Madrinha do navio a menina Madalena Alegre, filha mais nova do actual armador) apresenta as novas cores da empresa Portuscale Cruises, muito parecidas com as adoptadas pela antiga EIN em 1961, mas com um tom mais forte de amarelo na chaminé. O navio encontra-se atracado ao antigo cais da Pedra, a montante de Santa Apolónia, em preparativos de saída, ao que se diz, com destino à Grécia para cumprir um fretamento de 3 meses, estando ainda a ser alvo de cuidados técnicos após ter estado na doca 1 da Navalrocha de 16 a 31 de Maio.

Entretanto os navios FUNCHAL e LISBOA (ex-DANAE) deixaram a ponte-cais da Matinha num clima algo emocional na manhã de 3 de Junho: primeiro o LISBOA - ainda com o nome anterior no costado - foi atracar a montante de Santa Apolónia, após o que o FUNCHAL deixou também aquele cais de tristes memórias recentes, embandeirado e com os tripulantes mais animados do que em 17 de Dezembro quando haviam desembarcado todos do navio. O FUNCHAL seguiu a reboque para a doca 1 do estaleiro do Porto de Lisboa, com um atraso de 25 meses sobre o planeamento delineado em 2010, onde está previsto permanecer durante pelo menos 6 semanas. O navio parece ter programado o regresso aos cruzeiros para 6 de Agosto, com uma viagem de Lisboa para Gotemburgo, onde chega a 14 de Agosto, para depois efectuar três cruzeiros para o mercado sueco, seguido de um cruzeiro aos Açores. 
Entretanto o LISBOA está a sofrer uma remodelação dos interiores, e deverá ir para a doca seca depois do FUNCHAL. O ATHENA continua em Marselha tendo o armador optado por fazer uma docagem num estaleiro francês, onde o futuro AZORES entrou esta semana, creio que a 4 de Junho, para reparação e alteração de cores e nome.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia
Post a Comment