Saturday, July 20, 2013

ÓPERA da Doca de Alcântara


Não é a ópera do Tejo, que essa durou meses e foi desfeita a 1 de Novembro de 1755, não sei se pelas águas furiosas, se pelo fogo purificador. Trata-se da ópera da Doca de Alcântara: um pequeno navio, antigo barco do Barreiro construído em São Jacinto, para as bandas de Aveiro, e entretanto alindado como estrela dos cruzeiros fluviais no Tejo. Trata-se do navio-motor ÓPERA, que aqui vemos a regressar ao seu cais, meio escondido na muralha norte da doca, após mais um passeio fluvial, ontem, 19 de Julho...

Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia
Post a Comment