Tuesday, July 29, 2014

Gregos falharam pagamento do ATLÂNTIDA

A companhia de navegação grega Thesarco Shipping não cumpriu com o prazo contratual para pagamento do navio de passageiros RoRo ATLÂNTIDA, pelo que a Administração dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) decidiu alargar até amanhã, quarta-feira, o prazo de venda do navio, que fazia parte de uma encomenda de duas unidades destinadas ao Governo Regional dos Açores.
A administração dos ENVC notificou nesta segunda-feira a Thesarco Shipping de que têm até quarta-feira, às 15:00, para efectuar o pagamento dos cerca de 13 milhões de Euros relativos ao pagamento do ATLÂNTIDA.
A proposta grega foi a mais elevada das três que se apresentaram ao concurso público internacional lançado pela administração dos ENVC em Março, que tinha como único critério a melhor proposta financeira. Em caso de incumprimento do novo prazo o programa de procedimento prevê a possibilidade de adjudicação do navio ao segundo classificado, a Mystic Cruises, do grupo Douro Azul (cruzeiros turísticos) por um valor que ronda os nove milhões de euros, mais exactamente 8,750 milhões.
A proposta mais baixa, de quatro milhões de euros, foi de um grupo de holandeses, especialistas na operação de navios hoteis e de alojamento relacionado com projectos de desenvolvimento industriais. 
O navio foi colocado à venda pela administração dos ENVC através de concurso público internacional lançado a 11 de Março. Concorreram três empresas, a Mystic Cruises, do grupo Douro Azul (cruzeiros turísticos), o consórcio MD Roelofs Beheer BV e Chevalier Floatels BV (empresas holandesas representadas por um grupo espanhol) e os gregos da Thesarco Shipping. Esta empresa grega é conhecida internacionalmente por um sem número de alegadas más práticas relacionadas com o exercício da sua actividade, nomeadamente na operação de navios de carga a granel, como o Blogue dos Navios e do Mar alertou há algum tempo (ver aqui). Se a Douro Azul acabar por ficar com o navio perspectiva-se a sua reconversão para navio de cruzeiros de luxo para operar no Amazonas, o que irá obrigar a um grande investimento e ao desmantelamento parcial do navio.
Fotografia do ATLÂNTIDA em Viana do Castelo em 5 de Abril de 2008, durante os trabalhos de construção.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

1 comment:

Luis Miguel Correia said...

sao quase 9 milhões e não 8..... em concreto 8750 alguém quiz arredondar para baixo!

abraço
HB