Thursday, February 26, 2015

Paquete VOYAGER no Tejo

Imagens do navio de passageiros britânico VOYAGER, da companhia VOYAGES OF DISCOVERY, uma das "marcas" do Grupo All Leisure Cruises, a que está ligado Lord Sterling, antigo CEO do Grupo P&O.   Fotografias registadas em Lisboa a 25 de Fevereiro de 2015 com o paquete atracado no Jardim do Tabaco e a sair para a Corunha.
O VOYAGER tem as mesmas dimensões do FUNCHAL, mas parece mais pequeno e enfim, é um navio simpático mas sem a elegância do nosso paquete. Foi o segundo de quatro navios de cruzeiros construídos em Espanha, pela Union Naval de Levante, em Valência, nas décadas de 1980 e 1990, e chamou-se de início CROWN MONARCH, encomendado pela companhia Commodore Cruise Line, do Panamá.
No início da década de 1980, quando se começou a desenhar a grande expansão depois verificada nos cruzeiros internacionais, os espanhóis procuraram apostar nos cruzeiros de duas formas, desenvolvendo o mercado interno de cruzeiros, e construindo navios tirando partido da experiência da Union Naval de Levante na construção dos navios de passageiros RoRo para as companhias Trasmediterranea e Aznar. 
O CROWN MONARCH foi o segundo desses navios novos "made in Spain", o primeiro foi o VISTAMAR, e foi lançado à água a 30 de Outubro de 1989 entregue um ano depois. Entrou ao serviço a 1 de Dezembro de 1990, baseado em Palm Beach, Florida. 
O actual nome de VOYAGER já é o sexto desde 1989: em 1994 passou a chamar-se NAUTICAN, quando foi posicionado em Singapura. Dois anos depois passou a ser o WALRUS,  navio-casino baseado em Hong Kong.
Em Junho de 2006 foi comprado pela companhia holandesa Club Cruises e modernizado em Génova, passando a chamar-se JULES VERNE (2007-08) e depois ALEXANDR VON HUMBOLDT, para operar fretado à Phoenix Reisen. Entretanto o armador Club Cruise expandiu-se demasiado depressa e faliu em 2009, consequência directa da crise económica que tem afectado as empresas mais frágeis por todo o lado e não poupou os cruzeiros. Esteve então arrestado em Bremerhaven e acabou por ser comprado enm leilão, muito barato, pela All Leisure Cruises de Londres, acabando por substituir o DISCOVERY que foi fretado à CMV.
Terminado o fretamento aos alemães, o navio passou a chamar-se VOYAGER em 2012. Curiosamente tivemos em Portugal um navio mercante famoso, ainda que esquecido, com a versão portuguesa deste nome: falo da barca VIAJANTE, construída em Damão, tal como a D. FERNANDO, e que foi afundada  pelos alemães durante guerra de 1914-18, quando seguia de Lisboa para o Funchal com carga. A barca VIAJANTE foi o primeiro navio português a atravassar o Canal do Suez porque o navio de guerra convidado a representar o nosso Estado avariou no Mediterrâneo e arribou a Malta, chegando ao Egipto já com a festa terminada.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia
Post a Comment