Tuesday, March 24, 2015

O Paquete ANDES e a Mala Real Inglesa

O paquete inglês ANDES foi um dos navios mais bonitos que conheci.
Parece que o estou a ver a desatracar do cais da Rocha no último cruzeiro, com o VERA CRUZ pela sua popa, em 1971.
Foi o maior navio de
passageiros a integrar a frota da Royal Mail Lines, uma companhia britânica que durante décadas, entre 1900 e 1930 foi a maior companhia de navegação do mundo, criando um grupo gigantesco que adquiriu grande número de companhias de navegação rivais e acabou por implodir em 1932 com a crise económica e na sequência da compra da White Star Line em 1927. As várias companhias foram então resgatadas e a Mala Real foi reconstituída em conjunto com a Pacific SNC de Liverpool. Posteriormente seriam ambas compradas pelo Grupo Furness, que mais tarde acabou comprado pela companhia alemã Hamburg-Süd, grande rival da Royal Mail nas carreiras regulares Europa -América do Sul.
O ANDES datava de 1939 e deveria ter comemorado os 100 anos da fundação da Mala Real, mas a guerra levou a que a viagem inaugural comercial do ANDES só tivesse acontecido em 1948, na linha da América do Sul, de Southampton até Buenos Aires, com escalas em Lisboa. A partir de 1960 o ANDES foi utilizado esclusivamente em cruzeiros e em Maio de 1971 foi vendido para desmantelamento na Bélgica. Esta brochra refere-se ao último ano de cruzeiros, 1970. De referir ainda que o ANDES, como a maior parte dos navios da Mala Real foi construído em Belfast pelo estaleiro Harland & Wolff, como as suas linhas harmoniosas faziam subentender.

Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia
Post a Comment