Wednesday, June 28, 2017

Mostrar as bandeiras enquanto as houver


No que toca aos navios e em especial à Marinha Mercante, as bandeiras e os registos respectivos há muito que não são o que foram antes da globalização, que pode dizer-se começou no mar com  as frotas mercantes ditas independentes embandeiradas nos Panamás Libérias e outras.

Hoje raramente a propriedade de um navio ou a sede de operações do armador respectivo coincide com a bandeira e o registo utilizados, o que tem quase levado ao desaparecimento de muitas bandeiras nacionais que só de longe a longe se podem observar ainda, por exemplo nos portos portugueses.
Já lá vai a época em que entravam regularmente em Lisboa e Leixões belos cargueiros de armadores brasileiros, e recordamos aqui o Lloyd Brasileiro e a Aliança, ambos com carreiras regulares para a Europa até acabarem ou terem sido tragadas por concorrentes mais fortes. 
Não fossem as visitas esporádicas de navios da Marinha do Brasil e a presença em águas portuguesas de navios com a bandeira do Brasil estaria até provavelmente afastada das memórias. 
Em Junho esteve em Lisboa o Navio veleiro CISNE BRANCO, da Marinha do Brasil, gostámos de rever o CISNE BRANCO.
Falar da bandeira do Brasil e do CISNE BRANCO é o mesmo que referir a situação de ausência da bandeira dos Estados Unidos da América e do navio-escola EMPIRE STATE, igualmente presença nos cais de Lisboa em Junho. Foi bom ver a bandeira dos EUA içada à popa de um navio mostrando como porto de registo Nova Iorque. 
Isto para não falar de Lisboa, que perdeu os últimos navios mercantes do registo convencional, que trocaram "Lisboa" à popa por "Madeira", ainda por cima Madeira é ilha, não é porto, uma mentirola institucional própria de paraísos fiscais.
Fotografias do CISNE BRANCO registadas a 13 e 14 de Junho (largada do navio) Imagens anteriores aqui; imagens do EMPIRE STATE datadas de 26 de Junho de 2017. Mais imagens do EMPIRE STATE, da escala anterior em 2014, aqui.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia 
Post a Comment