Thursday, February 15, 2018

Marinha Mercante em 1961


Um olhar sobre a nossa Marinha Mercante em 1961, ano marcante nos anais históricos dessa actividade marítima na altura tida como de importância estratégica e hoje relegada para a indiferença mais absurda. Um privilégio de quem investiga a história a seu belo prazer baseado nas memórias antigas e em tudo o que lhes acrescente alguma coisa e permita formatar um livro com muitos navios e palavras e fotografias quanto baste. 
É assim que acabo a recuar no tempo, prolongando a viagem que nesse ano de 1961 fiz no SANTA MARIA e que tanto marcou a minha imaginação de menino. 

O ano de 1961 foi recheado de eventos protagonizados pelos nossos navios de comércio. Logo no início, a 22 de Janeiro, a ignomínia do assalto ao SANTA MARIA, o assassinato de um dos seus oficiais. Mais trágico mas menos recordado, o incêndio e a explosão do SAVE em Moçambique, em Julho, com centenas de vidas perdidas, para além do pequeno paquete perdido também. 
O ano de 1961 marca o fim da carreira da América do Sul e das viagens de sonho do VERA CRUZ, verdadeira estrela das ligações Europa - Brasil durante nove anos brilhantes. Segue-se na vida do VERA CRUZ uma nova rotina, tida por grande serviço à nação, como transporte de tropas e material de guerra, serão 90 fretamentos ao Ministério do Exército até 1972.
Os acontecimentos em Angola, aparentemente precipitados com o assalto ao SANTA MARIA, geraram nesse ano um enorme fluxo de passageiros de regresso à Metrópole, milhares de mulheres e crianças, numa das viagens Luanda - Lisboa, o VERA CRUZ trouxe quase 1800 passageiros. Todos os navios excediam largamente as lotações oficiais, até os cargueiros traziam passageiros às dezenas.
Nesse mesmo ano de 1961 entram ao serviço os três grandes paquetes finais, o PRÍNCIPE PERFEITO, o INFANTE DOM HENRIQUE e o FUNCHAL, qualquer deles ao nível do melhor que havia nas classes respectivas.
Fascinante olhar a história, descobrir-lhe novos recortes, interpretar isto e aquilo com uma lógica nova. Era um mundo que entretanto desapareceu. O facto de desde muito novo me ter interessado pelos navios e a Marinha Mercante, e ter conhecido praticamente todos esses protagonistas fantásticos dessa nossa última aventura marítima proporcionou-me uma espécie de sexto sentido no que toca à investigação. Um prazer,  investigar, escrever e depois partilhar os conhecimentos com quem se interesse também...
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia
Post a Comment