Thursday, December 23, 2010

GOVERNO E SEF PRECONIZAM ACABAR COM CRUZEIROS EM PORTUGAL

O Governo Sócrates vai acabar o ano com uma importante medida de desmaritimização ao implementar uma nova taxa sobre os navios de cruzeiros em portos portugueses a partir de 1 de Janeiro de 2011, que está a ter a pior receptividade por parte dos armadores internacionais, os quais estão a considerar reduzir substancialmente as escalas em portos portugueses.
Trata-se de uma taxa cobrada pelo SEF - Serviço de Estrangeiros e Fronteiras relativa a cada passageiros embarcado, desembarcado e em trânsito, e ainda aos tripulantes dos mesmos navios, situação inédita e absurda. A receita reverte para financiar novos equipamentos de segurança.
Segundo uma fonte ligada a um dos mais importantes operadores que há mais de 150 anos vem a Lisboa e Funchal, este novo encargo é superior aos encargos portuários suportados actualmente, cifrando-se em cerca de oito mil euros para uma escala de um navio de cerca de 3.000 PAX.
Esta medida parece seguir a linha de muitas outras orientações que nas últimas décadas levaram ao afastamento do Mar por parte de Portugal. Deu-se cabo da Marinha de Comércio, promoveu-se o quase desaparecimento da Marinha de Pesca, inverteu-se a dinâmica da Industria Naval, reduziu-se ao mínimo a Marinha Militar tudo isto enquanto se propala que o futuro do nosso País passa pelo regresso ao Mar. A DESMARITIMIZAÇÃO no seu melhor expoente de ignorância aplicada à coisa pública. Péssimo.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia
Post a Comment