Monday, January 24, 2011

O SANTA MARIA e a pirataria nas Antilhas

No último Sábado dia 22 de Janeiro de 2011 passaram cinquenta anos sobre a data do célebre caso do assalto ao paquete português SANTA MARIA por rebeldes portugueses e espanhóis.
Um episódio triste na história do navio e da marinha de comércio portuguesa, independentemente dos contextos políticos em que se inseriu na altura e da diversidade de análises feitas actualmente ao assunto que têm em conta a paixão política esquecendo ou ignorando o navio, a sua grandiosidade e dignidade.
A assinalar este dia prefiro limitar-me a recordar a memória do jovem terceiro piloto do SANTA MARIA morto estupidamente e inutilmente quando se encontrava de quarto na ponte do navio há 50 anos. Nunca se fala do piloto Nascimento Costa quando se referem as aventuras da Operação Dulcineia e do Capitão Henrique Galvão...
A assinalar a efeméride do SANTA MARIA o Diário de Notícias de Lisboa publicou na sua revista de Sábado 22 de Janeiro um artigo dedicado ao assalto que segue de perto o trabalho de Pedro Jorge Castro no seu livro "O INIMIGO Nº 1 DE SALAZAR - Henrique Galvão, o líder do assalto ao Santa Maria e do sequestro de um avião da TAP" publicado recentemente. O DN repete um mesmo erro de PJC, referindo a data do regresso do SANTA MARIA a Lisboa como tendo sido 14 de Fevereiro de 1961, quando de facto o navio chegou a Lisboa na tarde de 16 e Fevereiro atracando a Alcântara onde foi recebido por Salazar.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia
Post a Comment