Saturday, July 23, 2011

O regresso da Holland America a Roterdão

Paquetes ROTTERDAM e RYNDAM da companhia Holland America Line largando juntos de Roterdão a 26 de Junho de 2011. Fotografias de Hans Hoffmann.
A Holland America anunciou recentemente que o seu paquete ROTTERDAM vai ficar baseado permanentemente em Roterdão a partir do Outono de 2012 com um programa de cruzeiros especificamente dirigido ao mercado holandês e europeu, um pouco à semelhança da operação da P&O a partir de Southampton.
Trata-se de um regresso às origens pois embora a Holland America pertença desde 1987 ao Grupo Carnival e tenha actualmente a sua sede em Seattle, EUA, a origem da empresa é holandesa. Constituída em 1871, a Holland America é actualmente uma das mais antigas companhias de navegação do mundo. Durante um século a sua função principal foi a navegação transatlântica, de passageiros e carga, tendo terminado a carreira regular de passageiros entre Roterdão e Nova Iorque em 1971 passando a dedicar-se em exclusivo a cruzeiros. Ao contrário de muitas outras companhias tradicionais, em 1971 a HAL optou por desenvolver a frota de navios de passageiros e os cruzeiros, abandonando o transporte de cargas. A companhia italiana Costa fez o mesmo na década de 1980 e foram ambas apostas ganhas.
Para além das ligações históricas e culturais óbvias, o regresso da Holland America ao país de origem surge como uma aposta no desenvolvimento do mercado de cruzeiros holandês, que de momento se cifra em 76.000 passageiros anuais e mostra grande potencial de crescimento. A ideia é apostar na sensibilização de novos passageiros oferecendo um produto de grande qualidade especifico para os interesses e gostos dos holandeses em vez de tentar captar passageiros às companhias concorrentes. A companhia acaba de completar duas viagens transatlânticas a Nova Iorque com grande sucesso, numa operação idêntica à da Cunard com o QUEEN MARY 2, e para 2012 e 2013 estão programados grandes cruzeiros com o ROTTERDAM incluindo uma viagem de 90 dias à Indonésia e um cruzeiro de 35 dias às Antilhas com escalas nas ilhas ABC - Aruba, Bonaire e Curaçau, de origem holandesas. O ROTTERDAM vai igualmente operar a partir de Roterdão em viagens a Portugal, Ilhas Atlânticas e Mediterrâneo, beneficiando os portos portugueses com mais escalas. 
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia
Post a Comment