Friday, August 24, 2012

SETE MARES DE CASCAIS

O navio de cruzeiros SEVEN SEAS MARINER fez a sua primeira escala em Cascais no passado dia 22 de Agosto de 2012, no âmbito da campanha de angariação de turístas de cruzeiros promovida pela Câmara de Cascais e pelo centro de empreendedorismo turístico King's Coast.
O navio chegou, procedente do Funchal, lançou ferro, meteu as lanchas na água e lá emprestou os seus 600 passageiros que, espera-se de declarações oficiais, terão gasto cada um €60,00 para ajudar a revitalizar o comércio local. 
Cascais e a sua magnífica Baía têm muitas tradições na guarida e passagem de navios, muitos dos quais aí fundeiam como ante-porto de Lisboa. Proporcionar a possibilidade de os navios de cruzeiros fazerem as suas escalas, aumentando a oferta em águas portuguesas é seguir o que há muito se faz noutros países, alguns com bastante sucesso, caso de Villefranche, sempre com um ou dois grandes paquetes amarrados às bóias, com as vedetas locais a transportarem os muitos turístas desejosos de gastarem umas notinhas no Casino do Mónaco, mesmo ali ao lado. 
Penso que tudo isto deveria ser visto numa estratégia de conjunto. Os cruzeiros em Portugal deviam ser promovidos exteriormente por uma entidade única. O mercado está a crescer, os navios procuram diversificar escalas dando novas experiências aos passageiros repetentes e nessa perspectiva Cascais faz todo o sentido, como pode fazer Sesimbra ou começou por fazer na década de 1960 Lagos, onde a Holland America começou a fundear em águas algarvias, antes de se descobrir a Praia da Rocha e depois Portimão. As possibilidades são imensas, porque não fundear os navios de cruzeiro em Peniche, antigo porto de escala dos vapores da carreira Lisboa-Porto, ou na Nazaré, onde se podia oferecer excursões a Alcobaça, Caldas, Pinhal de Leiria, com passagem no regresso pela loja de porcelanas de seguna escolha da SPAL?
O SEVEN SEAS MARINER esteve bonito lá ao fundo na Baía, quanto a mim muito distante do posto de desembarque na Marina. Acho que deveria ser considerado um fundeadouro mais próximo da Marina, diminuindo o tempo de trânsito das lanchas e compondo melhor a paisagem e os navios.  
Apesar do anúncio oficial de primeira escala de navio de cruzeiros, o SEVEN SEAS MARINER não foi o primeiro navio a trazer turístas a Cascais. Já lá esteve um dos paquetes da Crystal e creio que um yacht cruiser mais pequeno, da SeaDream.
Perto das 17 horas o nosso MARINHEIRO DOS SETE MARES lá levantou ferro e iniciou o trânsito para Lisboa, uma das suas viagens mais curtas de sempre, atracando pelas 19H00 à Estação Marítima da Rocha, onde uma fila de taxistas esperava os milionários, com semblante receoso, não fossem os Cámones ter gasto o dinheirinho todo na Costa do Rei. Venho muitos navios...
Fotograias e reportagem de L. M. Correia em Cascais.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia
Post a Comment