Friday, October 11, 2013

Políticas de Mar em Portugal


Perdi meia hora a reler o documento governamental da Estratégia Nacional para o Mar 2013-2020

Foi meia hora perdida ampliada por alguma irritação alimentada pela visão delirante de um belo mar abraçado pelo CREOULA em imagens das expedições patrocinadas pelo Estado, que têm a utilidade de dar emprego ao navio, pelo menos isso.
De resto o Mar da estratégia oficial presente e quiçá futura é um mar que não me diz muito, talvez por ignorância básica, claro. Não acredito num mar sem navios e sem marinheiros, sem armadores e empresários dispostos a correr riscos e a investir. Não li nada de relevante quanto a medidas para incentivar os transportes marítimos, talvez porque a nossa Marinha Mercante desapareceu do mapa há muito e cada vez tem menos peso. Outros países marítimos europeus se queixam do mesmo. Portugal continua a esbanjar rios de dinheiro recorrendo permanentemente à utilização de navios estrangeiros, não temos um único navio petroleiro ou de transporte de gás, não temos uma única carreira regular portuguesa para portos europeus embora todos os dias saiam dos nossos portos muitos navios cheios de contentores - são todos estrangeiro. As Regiões Autónomas da Madeira e Açores são os únicos arquipélagos europeus sem ligação marítima regular com o continente para transporte de passageiros e cargas rodadas, num índice de subdesenvolvimento marítimo que ninguém assume. Os nossos futuros Oficiais de Marinha Mercante acabam os cursos da Escola Náutica e não conseguem embarques como praticantes, parte acaba por desistir de uma carreira no mar antes de esta ter início. Os exemplos recentes de interacção Estado - Negócios Marítimos são deploráveis, o caso mais recente é o folhetim dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo que tem mostrado toda a ignorância e irresponsabilidade de um Estado que o não sabe ser. E por aí fora.
Como é que saímos disto? Vou esta tarde à Escola Náutica tentar ouvir o Director-Geral de Política do Mar. Não tenho paciência para ouvir mais discursos de conchinhas e futurologias enfezadas. Vamos lá a ver se não vou perder a tarde...
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

2 comments:

Luis Miguel Correia said...

Perdi parte da tarde, entretanto saí antes de terminar a sessão.

João said...

Excelente reflexão, sobre o programa político apresentado (tantas palavras para nada...) a contrastar com o e no que realmente os nossos governantes podiam apostar, uma marinha mercante Portuguesa forte e activa!