Wednesday, April 02, 2014

Mais uma edição da revista CRUZEIROS

Acaba de ser colocada à venda em Portugal a edição da revista CRUZEIROS Nº12: O primeiro navio de 2014 faz manchete na nova edição da CRUZEIROS. O Norwegian Getaway, inspirado na cidade capital dos cruzeiros, Miami, é o primeiro de seis navios novos que entram ao serviço em 2014.
As novas unidades deste ano que incluem paquetes como o Regal Princess, Costa Diadema e Quantum of the Seas são também tema de outro artigo da presente edição. Os dez anos de viagens do Queen Mary 2 são também chamada de capa da revista CRUZEIROS nº 12, num artigo com alguns dados de uma década de serviço e de antevisão às viagens deste ano do navio-almirante da Cunard, construído em Saint Nazaire. Esta cidade francesa leva-nos também a um artigo sobre os estaleiros STX France que voltam a construir o maior paquete do mundo, desta vez o terceiro navio da classe Oasis of the Seas.
O posicionamento, pela primeira vez, na Europa dos dois gigantes da Royal Caribbean são também tema de capa. A estreia europeia é a razão de um brinde aos leitores da CRUZEIROS. Ao comprar esta edição tem direito a um desconto por cabine de 100 euros na agências Halcon Viagens, na reserva do cruzeiro do Oasis of the Seas, partida de 13 de Setembro de 2014, de Barcelona.
Não perca também nesta edição viagens por destinos de cruzeiros e portos como o Brasil e o Dubai ou um artigo histórico sobre o Saga Ruby, ex-Vistafjord, que este ano se transformará num hotel flutuante na Birmânia.
A revista CRUZEIROS pode ser adquirida em banca ao preço de capa de 3,90 euros, ou por assinatura (Portugal 14,50 € Brasil 30 €, Europa 25 € e restantes países 35 € ) Consulte em http://blogue.cruzeirosonline.com ou www.facebook.com/revistacruzeiros .
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia
Post a Comment