Monday, May 12, 2014

QUEEN MARY 2 com bandeira azul

Os mais observadores de entre de entre os espectadores à chegada e saída dos QUEENS em Lisboa no dia 6 de Maio terão reparado que embora os três navios estejam todos registados em Hamilton (Bermuda), um dos muitos segundos registos britânicos, os QUEENs de origem italiana tinham içada bandeira vermelha (Red Duster) tradicional da Marinha Mercante inglesa, enquanto o QUEEN MARY 2 hasteava a bandeira azul - o "Blue Ensign", como mostro nas fotografias de pormenor do QM2.


A razão desta diversidade cromática das bandeiras prende-se com o facto de o Comandante do QM2, no dia da passagem por Lisboa, ser oficial da Reserva Naval britânica e como tal ter direito a usar a bandeira azul. 
Os navios ingleses podem navegar com três bandeiras de cores diferentes: a branca, reservada aos navios da Marinha de Guerra - a Royal Navy, a encarnada, conhecida como "Red Duster", utilizada pela generalidade dos navios mercantes e a azul "Blue Ensign", hasteada nos navios mercantes cujos comandantes sejam oficiais da reserva naval.
A origem das três bandeiras leva-nos à história marítima britânica nos séculos XVI e XVII, quando os ingleses se tornaram uma potência marítima a seguir aos portugueses. Nessa época havia três esquadras, cada uma com a sua bandeira de cor diferente. No século XIX deu-se a atribuição actual do significado de cada bandeira. Apesar das tradições tenho algumas dúvidas se, estando os navios actualmente registados nas Bermudas, essencialmente para redução de custos salariais aos tripulantes, se manterá o direito ao uso da bandeira azul...
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia
Post a Comment