Friday, March 20, 2015

Paquete FUNCHAL no estaleiro da Margueira

O paquete FUNCHAL efectuou hoje o seu mais curto "cruzeiro" de sempre, DE LISBOA À OUTRA BANDA*, saiu do cais da Rocha pelas 12h40 de 20 de Março de 2015, atravessou o Tejo e atracou a um dos cais do estaleiro da Margueira, onde vai permanecer imobilizado até que se consiga delinear uma futura ocupação para o navio.
O FUNCHAL permaneceu atracado ao cais da Rocha desde 2 de Janeiro último, data em que desembarcou os passageiros do cruzeiro de Fim de Ano à Madeira e ao Porto Santo. Estava previsto efectuar algumas reparações por forma a iniciar a temporada de cruzeiros de 2015 no final de Abril, mas o programa foi cancelado a 12 de Fevereiro pela Portuscale Cruises que então anunciou nova politica relativa à operação do FUNCHAL: o navio deverá voltar a operar em regime de fretamento apenas.
O estaleiro da Margueira é o chamado grande estaleiro naval do Porto de Lisboa, construído na década de 1960, inaugurado em 1967 e encerrado no ano 2000, quando a Lisnave consolidou toda a sua actividade de reparação naval no estaleiro da Mitrena, em Setúbal. 
Actualmente o estaleiro da Margueira "guarda" diversos navios da Marinha Portuguesa desactivados, aos quais se juntou agora o FUNCHAL. Esteve previsto transferir o navio para a Matinha, mas uma vez que o paquete LISBOA acabou por não seguir para a Turquia, acabou-se por optar pela Margueira como local de imobilização comercial do FUNCHAL.
O FUNCHAL parado traduz um desperdício comparável ao do próprio estaleiro que passou a pertencer ao Estado Português quando deixou de ter actividade no âmbito da indústria naval.
* Título de um dos meus livros que se recomenda vivamente.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

3 comments:

Anonymous said...

Caro Luís Correia

Continua a manter a publicidade aos cruzeiros do "Funchal" na barra lateral deste blogue.
É por esquecimento ou por imposição temporal do contrato publicitário?
Neste momento é uma publicidade que pode ser considerada de "enganosa" pois até o site da Portuscale está desactivado.
Quanto ao Funchal ... paz à sua alma.
Cumprimentos marítimos

Luis Miguel Correia said...

Ilustre anónimo "amigo", já há algum tempo que não dava o ar da sua graça. Creio que já lhe referi que não recebo um tostão pela divulgação que faço relativa ao FUNCHAL e suas actividades, iniciativa que comecei em 1980 ainda o FUNCHAL era da CTM, este espaço é meu, não tem publicidade e sou livre de apresentar os conteúdos que me apetece, porque este espaço é um blogue, não tem uma linha editorial convencional.

Na barra lateral há diversas ligações que entretanto ficaram desactualizadas, tenho de as abrir todas e desactivar as que já não funcionarem.

Quanto à PORTUSCALE, deixe as criaturas em paz, não bata mais no ceguinho, que aliás herdou o que vinha de trás bem embrulhado e inquinado.

Porque não usa este espaço para dar sugestões construtivas acerca de possíveis cenários futuros para o FUNCHAL? Desde que assine no final...

Vá aparecendo...

LMC

João said...

Boa tarde!
Hoje ao passar pela Margueira o Funchal já não se encontrava acostado!
Cumprimentos!