Friday, September 30, 2016

RECORDANDO O AUGUSTUS DE 1952



O BLOGUE DOS NAVIOS E DO MAR publica-se há mais de 10 anos, aqui se actualizando um dos primeiros artigos, datado originalmente de 2006
Alguns dos mais belos navios transatlânticos do período do pós-guerra foram construídos em Itália para a companhia estalal ITALIA Spa. Em 1951 e 1952 entraram ao serviço na linha Mediterrâneo - Brasil e Argentina os gémeos GIULIO CESARE e AUGUSTUS, de 27,000 toneladas, seguindo-se em 1952-1954 os irmãos ANDREA DORIA e CRISTOFORO COLOMBO, de 29,000 toneladas, que se destinaram à linha de Nova Iorque.
O ANDREA DORIA afundou-se em Julho de 1956 na sequência de um abalroamento com o paquete sueco STOCKHOLM, e foi substituído em 1960 pelo LEONARDO DA VINCI, de 33,300 toneladas, ao qual se juntou em 1965, o MICHELANGELO e o seu irmão RAFFAELLO, ambos de 46,000 toneladas.

Com o fim dos subsídios estatais à operação de paquetes, a partir de 1973 estes grandes navios foram sendo retirados e tiveram todos fim inglório. O AUGUSTUS foi vendido para o Extremo Oriente em 1976 e passou por várias encarnações e por uma ligação às Filipinas, onde funcionou como hotel. Foi desmantelado na Índia em 2011.
Recordando o AUGUSTUS, apresentamos uma série de quatro fotografias do navio obtidas durante uma manobra de desatracação do cais de Alcântara, Lisboa, em Julho de 1975 numa das viagens finais do belo paquete. Texto e fotografias de Luís Miguel Correia - 2006 e 2016  Proibida a reprodução

A TRIBUTE TO THE AUGUSTUS OF 1952
The state owned shipping company ITALIA di Navigazione operated some of the most beautiful atlantic passenger liners of the post-war period. The 27,000 gross tons sisters GIULIO CESARE and AUGUSTUS were introduced in 1951 and 1952 in the Mediterranean Brazil Plate service and were followed in 1952-1954 by the New York service 29,000 GT sisters ANDREA DORIA and CRISTOFORO COLOMBO. The ANDREA DORIA was lost in July 1956 following a collision with the Swedish liner STOCKHOLM, and replaced in 1960 by the magnificent LEONARDO DA VINCI, of 33,300 gross tons. A final pair of Italia liners were delivered in 1965 as the 46,000 tons sisters MICHELANGELO and RAFFAELLO. Rising fuel and manning costs led to the end of the state subsidies in 1973 and all ships were withdrawn by 1977. All met sad and premature ends, except the AUGUSTUS, that still exists and has been in the Far East since 1976. 
As a tribute to the AUGUSTUS, we publish with this post a series of four B&W photos of the AUGUSTUS leaving the Alcantara Terminal, Lisbon, in July 1975 on one of her final voyages.
This post was first published here in 2006 and just updated. Text and photos copyright by Luís Miguel Correia - 2006 and 2016
Post a Comment