Wednesday, September 17, 2014

ATLÂNTIDA comprado pelo Grupo DOURO AZUL








O contrato de venda do navio de passageiros português ATLÂNTIDA à companhia Mystic Cruises, nova empresa do Grupo DOURO AZUL, vai ser assinado às 12H00 da próxima Sexta-feira, dia 19 de Setembro de 2014, encerrando-se assim um longo processo de decisão quanto ao futuro deste navio de passageiros concluído em 2009 e que circunstâncias bem conhecidas levaram a que tenha estado imobilizado desde então. 
Com a venda do ATLÂNTIDA os estaleiros de Viana recebem do armador Mário Ferreira um cheque de 8,75 milhões de euros, por autofinanciamento, mas o investimento do conhecido grupo de cruzeiros com sede no Porto irá mais além, uma vez que o ATLÂNTIDA vai voltar a Viana do Castelo para ser transformado em navio de cruzeiros de luxo, reconvertendo-se o espaço da garagem do navio em camarotes, operação calculada em 6 milhões de euros.
A compra do ATLÂNTIDA por Mário Ferreira é um passo importante no crescimento e diversificação do Grupo DOURO AZUL, que assim se vai lançar em 2015 em cruzeiros oceânicos: "Na sexta-feira, a Douro Azul passará um cheque de capitais próprios. A Douro Azul tem capitais próprios suficientes para adquirir este navio e está neste momento a negociar com três bancos portugueses o financiamento (de seis milhões para obras de remodelação). Estou convencido que dos três bancos teremos notícias positivas a muito curto prazo", referiu Mário Ferreira à agência noticiosa LUSA.
A adjudicação do ATLÂNTIDA à Douro AZUL / Mystic Cruises foi decidida pelos ENVC no passado dia 31 de Julho, depois de terminado o segundo prazo atribuído à companhia grega Thesarco Shipping, um armador que havia vencido inicialmente o concurso internacional, ao propor a compra por aproximadamente 13 milhões de euros, que depois não concretizou por falta de capacidade financeira. (Ler mais sobre esta empresa aqui
Segundo Mário Ferreira, o ATLÂNTIDA vai regressar a Viana do Castelo, aos estaleiros da West Sea, subconcessionária dos ENVC para a intervenção que o vai transformar num navio de cruzeiros, com 105 metros de comprimento e capacidade para 156 passageiros e 100 tripulantes. Orçada em seis milhões de euros, a intervenção deverá demorar um ano, estimando a Douro Azul que o navio esteja a "navegar a caminho do Brasil na primeira semana de Outubro de 2015". A remodelação incidirá, sobretudo, nos dois pavimentos actualmente destinados ao transporte de veículos, que serão transformados em camarotes de luxo e suítes. As áreas técnicas, explicou, "não serão tocadas" por o navio estar dotado de equipamentos "altamente evoluídos, mais apropriados para um paquete do que para um ferry". Para Mário Ferreira, o navio possui "equipamentos e determinadas técnicas construtivas demasiado luxuosas e demasiado exigentes para um ferry que deveria transportar passageiros, camiões e carros". 
O ATLÂNTIDA vai ser "um navio de cruzeiros internacionais que poderá navegar em todo o mundo". Numa primeira fase, vai "estar orientado para trabalhar na Amazónia, Brasil". Quanto ao novo nome do ATLÂNTIDA, adiantou que só estará definido no final do ano por estar dependente "das negociações que estão em curso, até final de Novembro, com cinco operadores internacionais dos EUA, Alemanha, Suíça e Inglaterra, interessados em fretamentos de longo prazo, com a Douro Azul, para a Amazónia".
Ler mais sobre a vida atribulada do n/m ATLÂNTIDA aqui...
Entretanto, a compra do ATLÂNTIDA levou a Mystic Cruises a colocar o anúncio de recrutamento de um Comandante para o navio...
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia
Post a Comment