Saturday, January 28, 2017

Cada país tinha uma Insulana à sua dimensão

Nos tempos recuados em que os navios falavam, cada país tinha uma Empresa Insulana à sua dimensão. O CARVALHO ARAUJO e o LIMA norte americanos eram os paquetes LURLINE e MATSONIA da companhia Matson Lines, de São Francisco, que asseguravam viagens regulares no Pacífico, com partidas semanais entre a Califórnia e as ilhas Hawai. 
Eram navios do tempo do nosso CARVALO, mas em ponto grande e depois foram ambos vendidos para a Grécia e  tornaram-se o ELLINIS e o BRITANIS, da companhia Chandris, que vieram a Lisboa inúmeras vezes nas décadas de 1960 e 1970, imponentes, com as suas duas chaminés.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia
Post a Comment